Neste período de distanciamento, muitas pessoas têm revisto hábitos alimentares e cozinhado mais em casa. Diante disso, o que se pode fazer para aprimorar a alimentação? A professora Neila Richards, do Departamento de Tecnologia e Ciência dos Alimentos da UFSM, traz algumas dicas.